Cultura Educação

Estudantes terão mais acesso a filmes nacionais na rede pública

O Ministério da Educação vai intensificar as articulações com as redes estaduais e municipais de ensino para oferecer aos estudantes mais acesso a filmes brasileiros, nas escolas ou em salas de exibição. Segundo o ministro Mendonça Filho, a ideia é prestigiar as produções nacionais e tornar atividades culturais, como o cinema, um hábito entre crianças e jovens. Mendonça Filho participou, na manhã desta terça-feira, 31, em Brasília, da abertura da 1ª Reunião Ordinária do Conselho Superior do Cinema.

Foto: Acácio Pinheiro

“Há políticas públicas nesse sentido e uma lei federal (Lei nº 13.006, de 26 de junho de 2014) dispõe sobre a exibição de filmes brasileiros nas escolas de educação básica”, disse o ministro. “Nossa integração com o Ministério da Cultura permite que surjam novas oportunidades na área educacional, e temos uma missão bastante importante no sentido de permitir aos estudantes que acompanhem a evolução extraordinária do cinema brasileiro.”

Nessa primeira reunião do Conselho Superior do Cinema foram apresentados os nove integrantes, designados por decreto do presidente da República, Michel temer, em dezembro do ano passado. São representantes da indústria cinematográfica e videofonográfica e da sociedade civil. O conselho é composto ainda por representantes dos ministérios da Educação, da Cultura, das Relações Exteriores, da Justiça, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, das Comunicações e da Fazenda, da Casa Civil e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

O órgão colegiado, integrante da estrutura do Ministério da Cultura, é nomeado para mandato de dois anos, permitida uma recondução. Entre as competências estão a formulação da política nacional do cinema, a aprovação de diretrizes gerais para o desenvolvimento da indústria audiovisual e o estímulo à presença do conteúdo brasileiro nos diversos segmentos de mercado.

A presidência do conselho cabe ao ministro da Cultura, Roberto Freire.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Confira:
Decreto de 20 de dezembro de 2016
Lei nº 13.006, de 26 de junho de 2014

Para a Federação Goiana de Municípios a iniciativa é um grande instrumento para trabalhar a cultura brasileira e discutir sobre os mais diversos eixos e temáticas voltadas a realidade brasileira que serão instrumentos pedagógicos essenciais no processo de ensino aprendizagem.

Get a prescription online