Página Inicial | Webmail | Acesso Restrito | Fale Conosco
Desenvolvido por: SIGEP - Sistema Integrado de Gestão Pública


Nossa FORÇA vem dos MUNICÍPIOS



FGM e entidades municipalistas reúnem-se com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Publicado em 03/mar/2021


O presidente da Federação Goiana de Municípios (FGM), Cunha participou, nesta quarta-feira (3) de Reunião com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) e os Presidentes da Entidades Municipalistas Estaduais. Em pauta esteve a ampliação das doses de vacinas contra a Covid-19 e a distribuição equânime para todos os Municípios.

Segundo o ministro da Saúde, há negociações em andamento com a Pfizer para a aquisição de doses e a intenção de fechar contrato ainda nesta quarta. “A boa notícia é que teremos mais uma vacina com essa contratação, com as cláusulas não tínhamos como assumir. Mas nós conseguimos essa autorização [do Congresso] que vai nos dar essa possibilidade”, afirmou Pazuello. Com a medida, o ministro também citou ser possível negociar com a Janssen.

FGM se posiciona 

O Presidente da FGM, Cunha destacou a necessidade dos municípios em imunizar sua população. “Nos municípios menores a problemática é ainda pior. Com menos leitos e até sem estrutura hospitalar, o que acontece é a migração dos doentes… superlotando outros municípios. Precisamos olhar com carinho e facilitar o acesso a todos”.

Respondendo ao Presidente Cunha, Pazuello disse que 2,5 milhões de doses foram encaminhadas aos Estados e devem chegar aos Municípios até quinta-feira, 4 de março. Com esse montante, são quase 18 milhões de doses distribuídas até agora, segundo o ministro. Entre 15 e 20 de março, a pasta aguarda produção da Fiocruz, o que resultaria em mais 4 milhões de doses. Em uma possível contratação com a Pfizer, Pazuello informou que a maior parte das doses é prevista apenas para o segundo semestre. A promessa do ministro é que até junho metade da população brasileira estará vacinada e que a outra metade será imunizada até o fim de 2021

O presidente da CNM, Glademir Aroldi, destacou que o temor dos prefeitos é que o governo federal não cumpra o calendário de imunização. Por isso, reforçou que é fundamental um posicionamento claro sobre as aquisições de vacinas.

Pazuello assumiu compromisso com o Programa Nacional de Imunização (PNI) e a necessidade de fortalecê-lo, reconhecendo o papel da União em centralizar as compras de vacinas e distribuí-las. “Nossa posição continua sendo que nenhum brasileiro, Estado, Município é melhor do que outro. Nosso pacto federativo não pode ser quebrado.”

Fonte: FGM e CNM 

 


Compartilhar




 






















Parceiros




Filie-se


    Contatos


    E-MAIL: fgm@fgm-go.org.br
    TELEFONE: Geral (62) 3999-7450
    Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go

    Fale Conosco


    Copyright © 2017-2019 - Todos os direitos reservados | FGM - Federação Goiana de Municípios